Julho 19, 2019 10.digital

Quem ganhar, fica!, por Bernardo Pessoa | 10.digital

Vestir a pele dos nossos heróis é sonho de criança. E quando jogamos futebol, os heróis somos nós!

O meu nome é Bernardo Pessoa e tenho 22 anos. Sou um apaixonado por futebol. Era inevitável que a minha campanha favorita fosse sobre como rolar a bola por entre 22 pessoas, transformando-as em jogadores profissionais, e arriscando tudo quando apostamos em nós próprios.
Este é o objetivo da campanha da Nike: Risk Everything.

O anúncio antecipa uma batalha campal: vemos dois grupos de amigos a aproximarem-se e antecipamos uma luta para ganharem o respeito das ruas, a fama entre os próprios e, sobretudo, para continuarem a jogar no campo de futebol do bairro. Não é só o dono da bola que joga sempre: o vencedor também.

Neste jogo, os atores assumem os sonhos de qualquer criança (e adulto) que toca numa bola, finta, remata e marca um golo! Durante o jogo vestimo-nos como os super-heróis do futebol. Sentimo-nos como o Cristiano Ronaldo, o Neymar, ou o Ibrahimovic. Naqueles 90 minutos (ou 60 minutos, porque nem todos aguentam o ritmo), somos os mestres da bola.
É essa a história deste anúncio da Nike.

O rapaz franzino transforma-se no Zlatan Ibrahimovic, dois defesas transformam-se no David Luiz e, quando o jogador nervoso se engana no nome, todos ficam a olhar estupefactos para o carteiro a jogar com eles.

Entre fintas magistrais, jogos de câmara profissionais e entradas para vermelho direto, os golos vão-se marcando até ao momento em que “o próximo a marcar, vence”. E, sabe-se no futebol de rua, quem vence, fica.

No momento em que o anúncio chega ao seu clímax, espectadores ansiosos esperam que o penalti que definirá o resultado seja marcado pelo jogador que não falha. É aqui que a mensagem da história sobressai: não é o jogador mais conhecido do mundo que vai marcar. O vencedor será quem tem a coragem para arriscar tudo e jogar na sua própria pele. Vestir a sua capa de super-herói e sentir o jogo em primeira-mão, independentemente do resultado.

“Arrisca tudo”, diz a Nike. É que o prémio vale a pena.

Tagged: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *