Outubro 5, 2018 10.digital

A (primeira) publicidade da minha vida, por Pedro Girão

Campanha favorita de Pedro Girão, CEO da 10.digital.

Será que se, lá para os seis anos de idade, não tivesse visto aquele anúncio da Coca-Cola Argentina, hoje faria o que faço?

A verdade é que aquele anúncio, visto por mim há 22 anos atrás, foi o primeiro caso de amor por uma marca e pela área na qual trabalho hoje. Diz-se que o primeiro amor nunca se esquece, não é verdade?

Aconteceu em meados dos anos noventa. Não tínhamos net em casa e mesmo o computador era uma novidade. A minha mãe chamou-me e mostrou-me o vídeo. Apaixonei-me.

Não o vou descrever. É algo que tem de ser visto (e com som).

Hoje tenho a sorte de ser CEO na 10.digital e de poder trabalhar com a minha paixão todos os dias da minha vida. O sorriso e o encanto com um trabalho bem feito, continuam o mesmo do daquele miúdo de seis anos.

E, quanto mais me dedico a esta área, mais me apaixono por cada palavra conjugada com cada imagem naquele anúncio. Com a forma como nos fazem ver um preservativo num fundo de uma lata só usando a palavra certa. Com o ritmo do texto. Com a repetição estudada. Com a cadência rápida que explode num final que resume o que a Coca-Cola é: “Para todos.”

Desde esse dia, ficou também um bocadinho minha.
“Para os gordos, para os magros,
Para os altos, para os baixos,
Para os que riem,
Para os optimistas,
Para os pessimistas,
Para os que jogam,
Para as famílias,
Para os reis,
Para os mágicos,
Para os responsáveis,
Para os comprometidos,
Para os náufragos,
Para os de lá,
Para os que trabalham,
Para os de cá.
Para os românticos,
Para os que te querem,
Para os que não te querem,
Para os que te querem muito,
Para os que te querem pouco,
Para os bronzeados,
Para os nudistas,
Para os supersticiosos,
Para os originais,
Para os calculistas,
Para os carecas.
Para os que lêem,
Para os que escrevem.
Para os astronautas,
Para os palhaços,
Para os que vivem sozinhos,
Para os que vivem juntos.
Para os indecisos,
Para os beijoqueiros.
Para os primeiros,
Para os últimos,
Para os homens,
Para os precavidos,
Para ela,
Para os músicos,
Para os transparentes,
Para os que desfrutam.
Para os fortes,
Para os que se superam,
Para os que participam,
Para os que vivem,
Para os que somam.
Para os que não se calam,
Para nós.
Para todos.”

 

Quer continuar a receber notícias nossas? Subscreva a nossa newsletter!

Confirmo que aceito ser contactado para fins de email marketing.*

* Campo obrigatório

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *