Maio 17, 2019 10.digital

“O caos da cor da Sony Bravia”, por Pedro Agostinho | 10.digital

O caos da cor da Sony Bravia

Imaginar ver dois minutos e meio de bolas saltitonas a dançar pelas ruas de São Francisco seria impensável, não fosse a Sony tê-lo feito ao promover a sua submarca, BRAVIA.

Numa rua deserta, onde os carros estacionados se mantêm calados, os acordes da guitarra enchem as colunas, acompanhadas de umas tímidas bolas saltitonas. Depressa o caos inunda a rua, e as mais de 250.000 bolas embatem contra tudo o que lhes aparece pela frente. O jogo de cores e de movimentos não deixa os carros, os caixotes do lixo ou os animais indiferentes. Tudo isto ocorre enquanto a música, que fala sobre uma outra espécie de caos, a paixão, faz de banda sonora, num contraste de ações.

Tentar explicar o anúncio é retirar-lhe toda a sua magia, todo o seu sentimento e emoção, por isso o melhor é vê-lo:

Os resultados desta campanha foram ainda mais impressionantes do que o anúncio em questão. Foi lançada em 2005 para promover as novas televisões BRAVIA, numa altura em que a era da web 2.0 estava nos seus primórdios e o poder participativo do utilizador ainda não estava tão desenvolvido como nos dias de hoje.

Ao perceber que os habitantes das ruas vizinhas à do anúncio partilhavam fotografias e vídeos das filmagens, captadas por eles, em websites como o Flickr e YouTube, a Sony compreendeu logo o poder do conteúdo gerado pelos utilizadores e decidiu criar um website dedicado a partilhar fotografias e excertos do anúncio (mesmo antes deste ir para o ar) de forma controlada.

Esta estratégia por parte da Sony resultou em 17.500 sites ligados ao seu site e mais de 2 milhões de visitantes. Quando o anúncio, finalmente, chegou à televisão, obteve 1,8 milhões de visualizações no site da Sony, foi descarregado 40.000 vezes e estima-se que tenha sido visto mais de 7 milhões de vezes em sites como o YouTube e o extinto Google Video.

O meu nome é Pedro Agostinho e tenho 30 anos. A minha paixão por publicidade nasceu de forma tão singela como o início deste anúncio, mas quando as cores começaram a encher o ecrã, tal foi a minha paixão. Com estudos em gestão, tentei rapidamente explorar a área do Marketing e, principalmente, o Marketing de Experiências. E o que é este anúncio, senão uma experiência (e um deleite) para os sentidos e uma aproximação à marca sem sairmos por detrás do ecrã?

O mais incrível é que a campanha foi lançada não se mostrando um televisor, com a exceção dos últimos frames, nos quais, finalmente, é desvendado, acompanhado do slogan da marca: Colour, like no other.

 

Quer continuar a receber notícias nossas? Subscreva a nossa newsletter!

Confirmo que aceito ser contactado para fins de email marketing.*

* Campo obrigatório

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *